A Palavra Líquida – Slam Poetry é tema de evento multilinguagem em unidades do Sesc

0
962

Uma competição de slam poetry (batalha de poesia) envolvendo slammers de

diferentes regiões do estado é o destaque da programação do A Palavra

Líquida 2019, projeto do Sesc RJ que apresenta intersecções da

literatura com as demais linguagens artísticas, como música, cinema,

artes visuais e artes cênicas. Além da disputa, esta 5ª edição do evento

traz uma agenda com diversas atividade que abordam essa manifestação,

entre elas, exposições, shows, bate-papos, oficinas, exibições de filmes

e debates. A agenda começa no dia 1ª/11 e se estende até o fim do mês em

seis unidades do Sesc RJ na capital, Região Metropolitana e Interior,

com entrada franca.

As batalhas classificatórias acontecem de 1 a 3 e de 8 a 10/11 nas

unidades de Barra Mansa, Nova Iguaçu, São Gonçalo, São João de Meriti,

Tijuca e Sesc Madureira. Esta última receberá também a batalha final,

dia 16/11. Nomes conhecidos da cena slammer do estado, como MC Martina,

Mari, Ana Acioli, Josi de Paula, Maui e Nathalia Leal, marcam presença

nos duelos.

No Rio de Janeiro, as atividades se concentram no Sesc Madureira, que

nesta sexta-feira (1/11), às 18h, na batalha classificatória, conta com

a presença da MC Martina, rapper idealizadora do Slam Laje, batalha de

poesia no Morro do Alemão. No mesmo dia, será aberta a exposição

coletiva “Margem”. A mostra apresenta, por meio do trabalho de 20

artistas/coletivos, uma diversidade de técnicas, suportes e indivíduos

contidos no imaginário da poesia marginal. Um acervo da biblioteca do

Sesc com livros sobre território, memória social, poesia periférica,

rap, grafite e danças urbanas estarão à disposição do público. No

domingo (2), até 15 de dezembro, será possível apreciar a

videoinstalação “Rua da Poesia”, uma narrativa audiovisual que

representa um mosaico da poesia feminina considerada periférica e

favelada.

Ao longo do mês, o Sesc Madureira recebe palestra sobre fanzine,

oficinas de rimas, passinho e artes visuais, exibição de filmes e

bate-papo com realizadores. Também estão entre os destaques da

programação um encontro entre as slammers Letícia Brito, Bell Puã, Pieta

Poeta, Sabrina Azevedo e o(a) vencedor(a) do Slam RJ, que será revelado

no dia 31/10; uma roda de partido alto com Fernando Procópio e

Gabrielzinho do Irajá; e uma roda de debate com a slammer Carol Dall

Farras, o escritor Jessé Andarilho, o poeta Sérgio Vaz e o rapper MC

Marechal, que também faz show no local.

O Sesc Tijuca recebe uma etapa classificatória da competição, no dia

8/11, ocasião na qual estará presente Josi de Paula, vencedora de

diversas batalhas e idealizadora e produtora do Slam Negritude, batalha

de poesia afrocentrada iniciado em maio de 2019. O documentário “Slam –

Voz de Levante”, assim como em Madureira, também terá exibição na

unidade do bairro seguida de debate. Confira a programação completa

abaixo e em www.sescrio.org.br.

O Poetry Slam consiste em batalhas de poesia falada, que tem na sua base

várias regras que envolvem a performance e poesia original dos seus

participantes, um tempo limitado a 3 minutos para as suas apresentações,

um público como júri que pontua cada apresentação de 0 a 10, a ausência

de música e acessórios e a atribuição de prêmios simbólicos no final.

Não existem estilos ou temas adequados, existem várias linguagens

possíveis, que variam com a diversidade dos participantes que fazem

parte deste movimento. Celebradas em mais de 500 comunidades do mundo,

essa cena cultura, surgida na década de 1980 nos Estados Unidos, vêm se

espalhando pelo Brasil desde 2008.

SERVIÇO

A Palavra Líquida – 5ª edição

De 1º a 17 de novembro de 2019

Unidades do Sesc Madureira, Tijuca, São Gonçalo, São João de Meriti,

Nova Iguaçu e Barra Mansa.

Entrada franca

Classificação: 16 anos

PROGRAMAÇÃO

[MADUREIRA]

EXPOSIÇÃO COLETIVA “MARGEM”

De 01/11/2019 a 15/12/2019 | 3ª a 6ª, 9h às 20h30; sábados, domingos e

feriados, 9h às 17h30 |16 anos | GRÁTIS

A exposição coletiva “Margem”, integrante da programação do projeto “A

Palavra Líquida” é elaborada a partir do universo do Slam. A poesia que

emerge da dor e da alegria nos espaços públicos ocupados, no palco da

reivindicação da palavra. A rua se torna suporte da poesia e do artista,

o indivíduo da palavra na multidão. Apresentar uma diversidade de

técnicas, suportes e indivíduos contidos no imaginário da poesia

marginal, através das expressões das artes visuais é o intuito desta

mostra. A exposição será composta por 20 artistas/coletivos artísticos,

com curadoria de Giordana Moreira. A abertura da exposição acontecerá no

dia 01/11, às 16h.

EXPOSIÇÃO DE ACERVO

01/11 A 30/11 | das 9h às 19h | Livre | GRÁTIS

Acervo em exposição na Biblioteca do Sesc Madureira, para a sugestão e

acessibilidade de títulos que tratem de território, memória social,

poesia periférica, rap, grafite, danças urbanas, etc.

VÍDEO INSTALAÇÃO “RUA DA POESIA”

02/11 a 15/12 | 3ª a 6ª, 9h às 20h30; sábados, domingos e feriados, 9h

às 17h30 | Livre | GRÁTIS

Rua da poesia é um mosaico da poesia feminina periférica e favelada. A

partir de vivências e pesquisa contínua, foi mapeado e organizado em

narrativa audiovisual seriada, a produção de mulheres atuantes em sete

margens da região metropolitana do Rio de Janeiro.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM MC MARTINA

1/11 | 18h | 16 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 à 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes do evento, no local. A

poeta, rapper e produtora Mc Martina, será a mestre de cerimônias da

Batalha de SLAM Classificatória do Sesc Madureira, do projeto A Palavra

Líquida.

Mc Martina é a idealizadora do Slam Laje, fundadora do coletivo Poetas

Favelados, coletivo que reúne 15 artistas de áreas periféricas do

estado. Integra também o coletivo #Movimentos, que promove eventos sobre

política antidrogas. Foi palestrante em eventos como o TEDxLaçador e o

encontro da Anistia Internacional. Tem realizado participação em

diversos programas jornalísticos e novelas, entre outros.

PALESTRA DE ARTES VISUAIS – “FANZINE COMO PLATAFORMA EMANCIPADORA NA

PRODUÇÃO LITERÁRIA NA PERIFERIA”

13/11 | 16:40 | 14 anos | GRÁTIS

A proposta da palestra é pensar o “zine” como uma plataforma material e

barata, que pode auxiliar os poetas na produção, comercialização e

divulgação de suas poesias. Pensar o zine como uma publicação

independente é pensar a produção literária da periferia de maneira

emancipatória. Com isso a palestra tem como objetivo apresentar o

conceito e a história do zine. Discutir sobre a potência comercial do

zine como produto e como material de divulgação. Por fim, ressaltar a

importância da construção de redes para a produção, divulgação e

comercialização dos zines.

OFICINA DE RIMAS COM MC ESTUDANTE

13 e 14/11 | 13h | 14 anos | GRÁTIS

O apelido “Estudante” surgiu porque, ainda adolescente, Carlos usava

uniformes escolares para fazer rimas sobre matemática, história do

Brasil e até mitologia grega nas batalhas de rima do Rio de Janeiro que

participava. Se consagrou vencedor das principais delas por diversas

vezes, sempre com versos propositivos, reflexivos e de conhecimento. Foi

multicampeão da famosa Batalha do Conhecimento, promovida pelo

consagrado nome da lenda do rap, Mc Marechal. Estudante vive de música

fazendo versos de improviso nos trens do RJ, aonde sua mente criativa já

produziu diversos versos que ganharam fama em vídeos gravados por

passageiros e espalhados pelas redes sociais, alguns com milhões de

visualizações. Nessa oficina ele irá demonstrar um pouco da técnica,

experiência e método de produção de sua mente criativa.

PALAVRA PROJÉTIL – PALESTRAS PRÁTICAS

De 13 a 15/11 | 14:50 | 14 anos | GRÁTIS

O professor e antropólogo Paulo Emílio Azevedo que acredita na

experiência da palavra como potência de voz (de vez) e também de escuta

à mediação de diálogos e conflitos. Adotando uma experiência atravessada

entre os canais da oralidade e corpo, onde voz é um corpo na boca e

corpo uma voz de muitas línguas, destaca-se a presença de uma poética

que vai além da escrita e sua relação recorrente com o lápis e o papel.

Traçando uma experiência estética e polifônica, a atividade busca uma

palavra com movimento, que tomba e ou projeta o corpo noutro

espaço-tempo – nesse embrião da performance: a palavra projétil.

OCUPAÇÃO PALAVRAS

DE 13 A 17/11 | das 11h às 19h | Livre | GRÁTIS

Espaço para divulgação das produções literárias dos slammers, poetas,

editoras independentes, coletivos e artistas das demais linguagens

artísticas com o objetivo de disseminar sua arte e proporcionar trocas

de experiências.

OFICINA DE PASSINHO COM IGUINHO IMPERADOR

14/11 | 15h | Livre | GRÁTIS

A oficina será ministrada por Iguinho Imperador, um dos líderes dos

Imperadores da Dança. Criado em 2006 no Jacaré, Zona norte do Rio,

criado por Anderson Santana (conhecido como baianinho) o grupo

Imperadores da Dança (IDD) é pioneiro, pois é o primeiro bonde (crew) do

passinho do Rio de Janeiro. O grupo foi criado para fomentar e

disseminar esta nova modalidade de dança. Contando com prestígio

internacional: encerramento dos jogos Paraolímpicos de Londres em 2012,

Festival Lincon Centes de Nova York em 2014, Festival de Zurich da Suíça

em 2016, abertura e encerramento das Olímpiadas do Rio 2016.

Participaram em filmes nacionais e programas de emissoras brasileiras

como o filme Tô Ryca, Encontro com Fátima Bernardes, Legendários. Além

de encontros com personalidades como Bboy Lilou, Eduardo Suplicy e a

ex-presidente Dilma Rousseff que dançaram o passinho. Atualmente os

líderes do grupo são MC Isaque, Severo 25 e Iguinho imperador.

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

14/11 | 18h30 | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo.

DEBATE “PALAVRAS QUE ECOAM’ – GIORDANA MOREIRA, TATIANA LOHMANN E PAULO

EMÍLIO AZEVEDO

14/11 | 20h | 12 anos | GRÁTIS

Bate-papo com Giordana Moreira, Tatiana Lohmann e Paulo Emílio Azevedo,

com mediação de Leandro Luz (analista de cultura do Sesc Rio).

Perspectivas sobre o movimento Slam nos espaços urbanos e a produção

desta arte pelo povo e para o povo, a partir das impressões do

documentário “Slam – Voz de Levante”, e a exposição coletiva “Margem”.

ENCONTRO COM SLAMMERS – LETÍCIA BRITO CONVIDA

15/11 | 17h | 12 anos | GRÁTIS

O Encontro será um momento de festa onde Letícia Brito receberá as

poetas campeãs nacionais Bell Puã, Pieta Poeta e Sabrina Azevedo e o(a)

vencedor(a) do Slam RJ, que acontecerá no dia 31/10, ainda em processo.

RODA DE PARTIDO ALTO COM FERNANDO PROCÓPIO E GABRIELZINHO DO IRAJÁ

15/11 | 19h | Livre | GRÁTIS

Roda de partido alto com Fernando Procópio e Gabrielzinho do Irajá, dois

dos mais respeitados nomes da nova geração de partideiros do samba.

Essas duas mentes criativas, juntas, produzirão muitos versos de

improviso firmados na palma da mão pelo público presente.

LITERATURA, PÃO E POESIA – LEITURAS POÉTICAS COM SÉRGIO VAZ

16/11 | 14h | 12 anos | GRÁTIS

O poeta, agitador cultural e co-fundador do Sarau da Cooperifa Sérgio

Vaz realizará leituras de poesias de sua autoria. Autor de oito livros,

o poeta Sérgio Vaz completou em 2018, trinta anos de carreira em prol da

literatura.

DEBATE “PALAVRAS DA RUA” – MC MARECHAL, CAROL DALL FARRAS, JESSÉ

ANDARILHO E SÉRGIO VAZ

16/11 | 15h | 12 anos | GRÁTIS

Bate-papo com MC Marechal, Jessé Andarilho, Carol Dall Farras e Sérgio

Vaz com mediação Vicente Costa (analista de cultura do Sesc Rio).

Diálogo entre um rapper, uma slammer e dois autores sobre os alcances da

palavra falada como forma de resistência.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA FINAL COM MC MARTINA

16/11 | 17h | 12 anos | GRÁTIS

Mc Martina será a Mestre de Cerimônia da batalha final do Slam Palavra

Líquida no Sesc Madureira, na qual serão reunidos os vencedores das

etapas classificatórias do circuito.

OFICINA DE ARTES VISUAIS “O PAPEL DA PALAVRA”

16/11 | 14h | 14 anos | GRÁTIS

A oficina “O papel da palavra” é coordenada pelo artista Rodrigo Rosm,

que irá apresentar o atual cenário das publicações independentes no

Brasil e propor aos participantes uma série de exercícios e práticas

referente ao universo dos livros nas artes visuais. O objetivo é reunir

pessoas, propagar ideias, conceitos, práticas em torno da arte impressa

e auto publicação a partir de uma dinâmica de exercícios e proposições

estabelecer uma relação horizontal entre os participantes.

SHOW COM MC MARECHAL

16/11 | 19h | 12 anos | GRÁTIS

Referência do rap nacional independente, o carioca MC Marechal é um dos

pioneiros do estilo Freestyle (rap com letras improvisadas) no Brasil.

Em 2007, na Fundição Progresso, realizou a primeira edição da Batalha do

Conhecimento, considerado um dos principais eventos de batalhas de MC’s

do país. É também idealizador do Projeto Livrar, que distribui livros

gratuitamente para o público em seus shows, e possui ainda um selo

denominado #VVAR (Vamos Voltar à Realidade). Marechal é, sem dúvida, um

dos principais nomes e referência da cena hip-hop.

EXIBIÇÃO DOS FILMES “MC JESS” E “NA HUMILDADE”

16 e 17/11 | 15h | 14 anos | GRÁTIS

“Mc Jess”: curta-metragem dirigido por Carla Villa-Lobos. “Na

Humildade”: média-metragem dirigido por Pedro Barcelos.

BATALHA DE RITMOS | GW CIA DE PERFORMANCE X IMPERADORES DA DANÇA

17/11 | 16h | Livre | GRÁTIS

O projeto A Palavra Líquida convida dois grupos do estado do Rio de

Janeiro para uma batalha-espetáculo. Comandada por um mestre de

cerimônias e sonorizada por um DJ, os bailarinos das diversas técnicas

das danças urbanas e do passinho carioca se encontram para um

bem-humorado desafio entre os seus estilos. Do lado das danças urbanas,

a GW Cia de Performance. Do lado do passinho carioca, os Imperadores da

Dança. Uma oportunidade de conhecer a dança por meio dos movimentos e

desafios corporais que estes artistas apresentam.

SHOW POÉTICO COM O COLETIVO LIBERDADE POÉTICA

17/11 | 17h | 12 anos | GRÁTIS

O objetivo é proporcionar reflexão, consciência e pensamento crítico

sobre a realidade através de uma Poesia ritmada. Os poemas autorais, que

falam sobre problemas sociais do nosso cotidiano e realidade coletiva,

propõem uma análise sobre o posicionamento de cada situação vivenciada,

tomando assim, consciência da formação dos problemas e de que forma se

pode transformá-los.

OFICINA DE ARTES VISUAIS – “ARTISTAS NO MERCADO – FORMAÇÃO, PUBLICAÇÃO,

DIREITOS E CONTRATOS”

30/11 | 14h | 14 anos | GRÁTIS

Orientados por uma experiente ilustradora e editora de livros e artes,

os participantes aprenderão sobre a dinâmica do trabalho autoral, desde

formação do artista até a publicação de seus projetos inclusive de como

se apresentar ao mercado e lidar com contratos de Direitos Autorais.

Paralelamente poderão apresentar seus projetos para uma avaliação

crítica.

Objetivo da Oficina: Fortalecer o participante sobre as informações de

que ele precisa para começar de fato a produzir e trabalhar com arte em

termos de como se desenvolver artisticamente, como se apresentar ao

público e de como funciona o mercado.

[TIJUCA]

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

8/11 | 18:30 | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo. Após o filme haverá um debate aberto ao

público com os analistas de cultura da Unidade.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM JOSI DE PAULA

8/11 | 20:00 | 18 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 a 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes da exibição do filme,

no local. A poetisa e Slammer Josi de Paula, será a mestre de cerimônias

da Batalha de SLAM Classificatória no Sesc Tijuca, do projeto A Palavra

Líquida.

Josi de Paula começou suas escritas aos 14 anos de idade e depois de um

longo tempo sem escrever, em 2017 conheceu o movimento de slam (batalha

de poesia falada). Foi amor à primeira vista! Durante 2018 batalhou em

diversos slams da cidade sendo campeã de etapas classificatórias do Slam

Nós da Rua, Slam das Minas RJ, Slam Vila Isabel, Slam Tagarela, Slam do

Topo e Slam Melanina. Ainda em 2018, atuou como uma das slammasters do

Slam Chicas da Silva, espaço de protagonismo feminino. É idealizadora e

produtora do Slam Negritude, batalha de poesia afrocentrada iniciado em

maio de 2019 e recentemente lançou seu zine, Retomada.

[SÃO GONÇALO]

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

2/11 | 13h | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo. Após o filme haverá um debate aberto ao

público com os analistas de cultura da Unidade.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM MARI

2/11 | 15h | 16 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 a 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes da exibição do filme,

no local. Produtora audiovisual, musical, fotógrafa e poetisa Mari, será

a mestre de cerimônias da Batalha de SLAM Classificatória do Sesc São

Gonçalo, do projeto A Palavra Líquida.

Maria Clara Machado (19 anos), vulgo Mari, começou na poesia aos 14 anos

como espectadora no Diário da Poesia, e aos 16 anos, foi convidada a se

apresentar com o grupo, fazendo parte do mesmo. Hoje, faz parte, também,

da organização do coletivo da Roda Cultural do Alcântara, fomentando a

poesia de rua no mesmo, e do Sarau Marginal, evento que tem como

principal objetivo levar a cultura de rua para dentro de escolas e

espaços públicos ou privados. Além disso, possuiu seu selo, Bairro REC,

que é um projeto coletivo de audiovisual que busca produzir artistas

locais dentro do Hip-Hop.

[SÃO JOÃO DE MERITI]

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

3/11 | 13h | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo.

Após o filme haverá um debate aberto ao público com os analistas de

cultura da Unidade.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM ANA ACIOLI

3/11 | 15h | 16 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 a 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes da exibição do filme,

no local.

Ana Acioli é cria da Pavuna, Produtora Cultural e Fundadora do Slam

Afronta que acontece nos arredores de São João de Meriti. O Slam Afronta

surge através de um ciclo da Agência de Redes para juventude,

organização que potencializa projetos de jovens periféricos. O Slam faz

encontros imersivos na área da poesia apresentando essa linguagem

artística para a população local e convidando a todxs para uma batalha

onde se é livre para dividir suas dores, amores e vivências.

[NOVA IGUAÇU]

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

9/11 | 14h | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo. Após o filme haverá um debate aberto ao

público com os analistas de cultura da Unidade.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM MAUI

9/11 | 16h | 18 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 a 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes da exibição do filme,

no local. O cantor, MC, produtor, poeta e movimentador cultural Maui,

será a mestre de cerimônias da Batalha de SLAM Classificatória no Sesc

Nova Iguaçu, do projeto A Palavra Líquida.

Gabriel dos Santos, mais conhecido como Maui é nascido e criado na

baixada fluminense e idealizador do Slam BXD, o primeiro slam da

Baixada. Aos 12 anos, iniciou no mundo da escrita através da música, com

letras ácidas e críticas. Nos anos seguintes, conforme aprofundava seus

conhecimentos sobre a cultura hip-hop, suas temáticas mudaram para

assuntos que incentivam o amor e o afeto entre os pretos e favelados.

[BARRA MANSA]

EXIBIÇÃO DO FILME “SLAM – VOZ DE LEVANTE”

10/11 | 14h | 12 anos | GRÁTIS

Longa-metragem dirigido por Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva.

Documentário sobre uma atividade cada vez mais comum no país nos últimos

anos: as Poetry Slams, batalhas de poesia performáticas atraem ouvintes

de diferentes realidades sociais e vivências. A produção ainda viaja

para os Estados Unidos, local onde o estilo nasceu e depois se expandiu

rapidamente para o mundo todo. Após o filme haverá um debate aberto ao

público com os analistas de cultura da Unidade.

SLAM PALAVRA LÍQUIDA: BATALHA CLASSIFICATÓRIA COM NATHALIA LEAL

10/11 | 16h | 18 anos | GRÁTIS

Batalha de poesia falada (spoken-word), na qual os participantes têm até

três minutos para apresentarem sua performance – poesia autoral – sem

utilização de adereços ou acompanhamento de instrumentação musical. O

texto pode ser escrito previamente, mas pode haver improvisação. É

permitida a leitura das poesias. Sobre os jurados, são escolhidos no

momento das batalhas e conferem notas de 0 a 10, que podem ser inclusive

fracionadas. As inscrições ocorrem uma hora antes da exibição do filme,

no local. A poetisa, produtora, e artista gráfica Nathalia Leal, será a

mestre de cerimônias da Batalha de SLAM Classificatória no Sesc Barra

Mansa, do projeto A Palavra Líquida.

Nathalia Leal, integrante do Slam de Quinta – a primeira Batalha de

Poesia da cidade de Paraty. Idealizado e mantido por mulheres na

organização, a iniciativa nasceu da necessidade de um espaço que

evidenciasse manifestações da margem e feita pela margem. O movimento

abre acessibilidade a arte da palavra de forma coletiva e autônoma,

enfatizando e dando visibilidade a cultura marginal em suas distintas

linguagens, ocupando âmbitos escolares, eventos culturais e todos os

espaços públicos pela corrente poética e de luta.