Carnaval 2021 – GRESE Império da Tijuca bate recorde de sambas inscritos para disputa

0
146

A Escola de Samba Império da Tijuca – que tem por enredo para o próximo carnaval “Samba de quilombo – A resistência pela raíz” – realizou na tarde deste sábado (01/08) a inscrição de sambas-enredo e chegou ao número recorde de sambas em uma disputa.

A agremiação tinha em sua conta o número máximo de inscrições de 25 parcerias no ano de 2014, mas para o próximo carnaval a Escola optou por um enredo autoral de grande potência idealizado pelo carnavalesco Guilherme Estevão, que junto à dinâmica mais atrativa que permitia envio de sambas online e presencial, valores reduzidos, etc. A agremiação alcançou o novo recorde que conta com 55 (cinquenta e cinco) obras inscritas.

O Carnavalesco Guilherme Estevão comenta o sucesso do enredo:

“Eu estou muito contente porque não é sempre que um carnavalesco tem o privilégio de ter mais de 50 parcerias discutindo, pensando, refletindo e sobretudo transformando em poesia o seu enredo. Acho que é uma marca histórica para Império da tijuca, pra série a e pra todo carnaval de uma forma geral. Pelo momento que a gente ta vivendo, pela mudança dos processos de disputa de samba de uma maneira em geral mas acho que isso tudo é fruto de uma combinação muito bem feita entre um enredo que olha pro carnaval, pra comunidade e que foi muito abraçado pelos sambistas desde o modelo de disputa que democratiza, que coloca os interesses do compositor e da Escola em primeiro lugar ao invés de um alto faturamento ou até lucro que acaba afastando o compositor das agremiações. “

A Escola disponibilizará até o dia 5 de agosto todos os vídeos de sambas inscritos para disputa e seguirá se preparando agora para dar início das lives de disputa que ocorrerá a partir do dia 15 de agosto através do canal do youtube. Os compositores serão avisados sobre os procedimentos que deverão seguir e terão explicações claras e transparentes sobre toda disputa através de e-mail e whatapp sempre pela direção da Escola.

Guilherme Estevão comenta também sobre o momento que o Império da Tijuca vive: “Acho que é momento para celebrar e refletir sobre os próximos passos porque não é fácil administrar uma disputa tão grande, mas a gente quer seguir nesse caminho de fazer o melhor pro Império da Tijuca e pro samba. Esse é um momento muito feliz pro Império e acho que precisamos ter mais momentos como esse em todas as agremiações.”