Comemoração dos 130 anos da Abolição da Escravatura no Brasil, no Rio de Janeiro

0
812

A Secretaria Municipal de Cultura do Rio preparou uma série de eventos para marcar os 130 anos da Abolição da Escravatura no Brasil. Serão homenagens, shows, peças de teatro e exposições organizadas com o intuito de lembrar a data histórica da criação da Lei Áurea, declarada em 13 de maio de 1888.

Em cartaz o espetáculo “Libertador”, no Teatro Municipal Gonzaguinha O monólogo mostra momentos dos rituais da herança africana e outros aspectos da cultura. A montagem fica em cartaz até 27/05, sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h. O Teatro fica na Rua Benedito Hipólito, 125 – Centro do Rio.

No Centro da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, Zona Norte do Rio, a data vai ser lembrada neste domingo (13/05), às  16h com o espetáculo musical infantil “Pérolas Negras”. No palco, contos e lendas africanas teatralizadas, entre elas, a “Menina e o Barril”, popularizada no Brasil como a “História do Surrão”. O Centro da Música Carioca fica na Rua Conde de Bonfim, 824.

O Museu de Escravidão e Liberdade, lotado no Centro Cultural José Bonifácio, recebe no dia 16/05, a partir das 14h, uma roda de conversa com o tema “Abolição o que mudou”. Palestrantes convidados vão traçar um parâmetro sobre o passado e o presente Lei Áurea, fazendo uma trajetória para o amanhã. A programação ainda incluiu o espetáculo infanto-juvenil “O Príncipe Peralta”, também no dia 16/05. A peça mistura linguagens como teatro, dança e música, para contar a aventura de um príncipe que percorre diferentes planetas, em uma jornada de empatia e autovalorização da cultura negra. O Centro Cultural José Bonifácio fica na Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa, Zona Portuária do Rio.