Edital Cultura Presente nas Redes recebe 6149 inscrições de diversos segmentos

0
296

Fomento à cultura em todas as regiões do estado. Assim, o edital “Cultura Presente nas Redes”, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec), recebeu 6.149 inscrições de profissionais de diversos segmentos do setor.

No universo das inscrições, as ações culturais com mais produções foram música (30%), audiovisual (18%) e teatro (16%). Das regiões, se destacaram mais a Capital e as Regiões Metropolitanas II (Baixada Fluminense) e III (Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá). Já nos eixos, manifestações artísticas e conteúdos audiovisuais foram os mais procurados.

– Estamos satisfeitos com a quantidade de inscritos no Cultura Presente nas Redes. Isso ressalta mais uma vez a força da cultura em nosso estado. Por isso, criamos um edital amplo para atender todas as regiões. São profissionais de diversos segmentos que vão proporcionar cultura em todo o estado do Rio – disse a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.

O edital levou em consideração a quantidade de habitantes por região. Assim, as vagas foram distribuídas desta forma: capital (583), Metropolitana II (320), Metropolitana III (180), Noroeste (31), Norte (84), Serrana (85), Baixadas Litorâneas (74), Médio Paraíba (80), Centro Sul (26) e Costa Verde (37). As ações culturais serão contempladas nas áreas de música, literatura, artes visuais, audiovisual, dança, teatro, circo, moda, museus, cultura alimentar e expressões culturais populares inéditas.

Próximas etapas


Após o encerramento das inscrições, já na segunda-feira (27) foi iniciado o período de avaliação e seleção dos trabalhos realizada pela comissão do edital, que segue até o dia 4 de maio. O resultado preliminar será divulgado no dia 5 e, o definitivo, no dia 18.

Lançado no dia 15 de abril, o “Cultura Presente nas Redes” vai selecionar 1,5 mil apresentações, com premiação de R$ 2,5 mil para cada produção. O investimento é de R$ 3.750 milhões do Fundo Estadual de Cultura para auxiliar os profissionais da área durante o isolamento social contra o novo coronavírus.