Escola Alemã Corcovado realiza exposição sobre Bauhaus na Casa de Rui Barbosa

0
44

Até domingo (20/10), a Escola Alemã Corcovado leva um pouco da cultura
alemã para a Casa de Rui Barbosa com a “EXPO BAUHAUS”. Os visitantes
podem conferir uma coletânea de trabalhos realizados por alunos da
instituição, em comemoração ao centenário da Bauhaus, uma icônica escola
de artes alemã, conhecida por influenciar e revolucionar o design, a
arquitetura e as artes mundialmente.

Com inspiração na famosa frase “menos é mais”, popularizada por Ludwig
Mies van der Rohe, professor da Bauhaus e arquiteto, a “EXPO BAUHAUS” é
composta por cinco obras produzidas por alunas e alunos de 5 a 15 anos
de idade da escola. As artes são coloridas, interativas, lúdicas e fazem
uso de elementos primordiais como formas geométricas e cores primárias e
secundárias. Além disso, foram utilizados materiais sustentáveis como
caixas de papelão usadas, a fim de incentivar o uso consciente de
materiais de reciclagem.

“Levamos para as aulas de Artes Visuais da escola a proposta artística
da Bauhaus, bem como seus principais artistas e sua influência na
história da arte. A partir de dinâmicas e vivências em sala de aula, os
alunos produziram de forma autônoma e criativa uma série de trabalhos
inspirados na escola de artes alemã. E o resultado dessas aulas é a EXPO
BAUHAUS. Feita 100% pelos alunos, a exposição é alegre, colorida e
interativa. Esperamos que os visitantes curtam bastante e se encantem
por Bauhaus!”, conta Barbara Lau, coordenadora de artes da Escola Alemã
Corcovado.

A exposição é aberta ao público e está disponível para visitação neste
sábado e domingo, das 14h às 18h.

Considerada uma das maiores e mais importantes expressões do Modernismo,
a Bauhaus foi pioneira no ensino de design no mundo, fundada em 1919
pelo arquiteto Walter Gropius, na cidade de Weimar, na Alemanha. A
escola de arte vanguardista revolucionou o design moderno ao trabalhar
com formas e linhas simplificadas, definidas pela função do objeto,
desenvolvendo um visual minimalista, encontrado hoje no formato
retangular dos celulares, móveis, objetos de decoração, entre outros.

A EXPO BAUHAUS, realizada sob uma ótica infanto-juvenil, propõe uma
vivência artística original, celebra a criatividade e inovação de
artistas icônicos da Bauhaus, como Paul Klee, Wassily Kandinsky, Lothar
Schreyer, Max Bill e Marianne Brandt.

As cinco obras que compõem a exposição:

Quadro interativo inspirado em obra de Paul Klee

Produzido pelos alunos da Educação Infantil, esse trabalho tem como
inspiração uma das obras icônicas de Paul Klee.  Nessa releitura, o
objetivo é criar uma interatividade entre público e obra, onde o
visitante poderá brincar com as formas geométricas produzidas.

O “corpo geométrico” inspirado na obra de Lothar Schreyer

Realizado pelos alunos das turmas 1, esse trabalho tem como base o corpo
e suas diversas expressões e movimentos. Como referência visual, foi
escolhido o artista e cenógrafo alemão Lothar Schreyer, primeiro mestre
da oficina de teatro em Bauhaus. Assim como o artista, os alunos
utilizaram as figuras geométricas para criar corpos geométricos.

Totens interativos inspirados no designer Max Bill

Ao investigar e observar a predominância e regularidade no uso de cores
primárias e secundárias nas obras do designer Max Bill, os alunos das
turmas 3 criaram, a partir de seus próprios conhecimentos, diversos
trabalhos inspirados nos princípios estilísticos do artista. Para a
exposição, os alunos criaram um totem interativo com quatro trabalhos
eleitos na turma.

Escultura móvel inspirada na obra de Kandinsky

Usando como referência as pinturas de Wassily Kandinsky (pioneiro do
Movimento Abstracionista e professor da Bauhaus), os alunos das turmas 4
produziram, de forma espontânea, uma obra em tamanho grande, trabalhando
em um plano de fundo fixo com sólidos geométricos em planos flutuantes,
numa alusão aos quadros de Kandinsky.

Objetos funcionais inspirados na obra de alguns artistas influentes da
Bauhaus, com destaque para Marianne Brant

O objeto funcional produzido pelos alunos das turmas 5 para essa
exposição foi criado a partir do estudo de simplificação da forma e da
observação de mobiliários icônicos produzidos na Bauhaus. Vários
artistas e suas criações foram apresentados aos alunos, porém a
referência maior foi a artista Marianne Brant, designer industrial e
fotógrafa, que se tornou diretora de um dos ateliers de criação da
Bauhaus no ano de 1928.

Sobre a Escola Alemã Corcovado:

Fundada em 1965, a Escola Alemã Corcovado, localizada em Botafogo,
proporciona uma formação escolar com base nos mais atuais padrões de
ensino, tanto alemães como brasileiros. Em maio de 2017, foi a única
instituição fora da Alemanha a receber o principal prêmio escolar alemão
(Deutscher Schulpreis). A Corcovado faz parte da rede de 140 escolas
alemãs no exterior e é única instituição de ensino do Rio de Janeiro a
oferecer o Abitur, diploma de conclusão de Ensino Médio da Alemanha.
www.eacorcovado.com.br/

Sobre a Casa de Rui Barbosa:

Inaugurado em 13 de agosto de 1930, o Museu Casa de Rui Barbosa é o
primeiro museu-casa público do Brasil, e integra a Fundação Casa de Rui
Barbosa. Localizada em Botafogo, é uma instituição pública federal
vinculada ao Ministério da Cidadania, dedicada ao desenvolvimento da
cultura, da pesquisa e do ensino, à preservação da memória nacional e a
divulgação e o culto da obra e vida do jurista Rui Barbosa. Integrando o
diálogo com o entorno, em consonância com a dedicação do patrono à
educação, o Museu abre as portas para uma interessante reflexão dos
alunos sobre a relevância das artes e do design em nossas vidas ao longo
do tempo – perceptível nos objetos que pertenceram aos interiores da
casa da família Rui Barbosa, e que fazem parte do acervo do museu-casa.
Aberto à visitação de terça a sexta, das 10h às 18h, sábados e domingos,
das 14h às 18h, com entrada gratuita. http://www.casaruibarbosa.gov.br/

Serviço:

EXPO BAUHAUS da Escola Alemã Corcovado

Local: Museu da Casa de Rui Barbosa

Data: até 20 de outubro

Endereço: Rua São Clemente, 134 – Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro

Horários de visitação: sábados e domingos, das 14h às 18h

ENTRADA GRATUITA


NULL