“O Mágico Di Ó – O Clássico em Forma de Cordel” faz curta temporada no EcoVilla Ri Happy, na sala de espetáculos Tom Jobim

0
414

Inspirado no clássico O Mágico de Oz, de Frank Baum, a peça “O Mágico Di Ó – O Clássico em Forma de Cordel” traz um olhar abrasileirado dos personagens Dorothy, Espantalho, Leão e Homem de Lata. O espetáculo, com direção de Ivan Parente e Daniela Stirbulov, será apresentado de 06 a 21 de maio, sábados e domingos, às 16h, na EcoVilla Ri Happy, no Jardim Botânico.

“O Mágico Di Ó – O Clássico em Cordel” tem como ponto de partida o embarque da menina Doroteia e seus tios em um pau-de-arara, rumo à capital paulista em busca de uma vida melhor, fugindo de uma terra sem chuva e sem esperanças.

Neste grupo de migrantes está o cordelista e versador Osvaldo, que começa a contar uma história para distrair seus companheiros de viagem. Os versos, baseados em uma história real, dão asas à imaginação da garota, fazendo com que realidade e fantasia se misturem neste divertido enredo, que tem como protagonista uma Dorotéia que deseja levar chuva para sua terra e ver um arco-íris cruzar o céu.

A longa jornada em busca de um poderoso Mágico ressignifica motivações e questionamentos explorando diversas formas de expressão como a dança, a música, o teatro e a literatura. O espetáculo propõe uma viagem pela cultura nordestina com as aventuras de Dorotéia, Mamulengo, Cabra-de-Lata e Leão pela estrada de tijolinhos.

Os atores, que também são a banda do espetáculo, usam de diversos ritmos e versos para acessar o lúdico e convidar o público a uma vivência desse universo. O texto passa por vários escritores importantes que fundaram a literatura até chegar na literatura de cordel e a xilogravura.

As músicas originais passeiam do frevo ao xote e da cantiga ao lamento parafraseando a famosa frase “não há lugar como o nosso lar”, um lema que, pela contramão, brinca com a esperança perdida de um povo em retirada. “Lá no fundo todo mundo traz consigo, um sonho, uma vontade de querer ser” – o espetáculo é o um convite ao “ser tão” que existe em todas as pessoas.

 

Sobre a EcoVilla Ri Happy

O espaço integra a Sala de Espetáculos Tom Jobim, que estava fechada desde 2017, localizado dentro do bicentenário Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A EcoVilla Ri Happy apresenta às crianças e famílias a integração do entretenimento com a busca pelo conhecimento e pela responsabilidade socioambiental, através de uma programação lúdica e inclusiva.

Além de espetáculos e atividades voltadas para inclusão dos pequenos, a acessibilidade é compromisso dos realizadores da EcoVilla Ri Happy, que tem como um dos pilares principais ser o primeiro espaço infantil do Rio de Janeiro desenvolvido para todos os perfis de público. O local projetou a jornada dos visitantes com um capricho a mais desde a entrada do Jardim Botânico até a chegada na EcoVilla Ri Happy: o espaço conta com tradução em LIBRAS e legendas em português para o público com deficiência auditiva, audiodescrição para o público com deficiência visual e baixa visão, além de fones abafadores de ruídos para crianças com hipersensibilidade auditiva. Os recursos estão disponíveis em todas as sessões dos finais de semana das salas de espetáculos. Além disso, há ainda a previsão de que sejam disponibilizados mapas e pisos táteis, sinalização com informação em libras, carros elétricos para crianças e adultos com dificuldades motoras, e uma equipe treinada para receber aqueles que precisem de outros tipos de atendimento.

A EcoVilla chegou ao mercado com o naming rights da Ri Happy, que surfa sua primeira experiência neste formato. Além do próprio nome assinando o espaço, a maior rede de lojas de brinquedos do país tem na EcoVilla, uma loja foyer/conceito pensada exclusivamente para o local. Esse formato garante a integração do clássico ambiente de compra de brinquedos, com espetáculos, atividades lúdicas e muita diversão para toda a família. O espaço fica aberto de domingo a domingo das 9 às 17h.

Com cerca de 300 lojas no país, próprias e franquias, e presente em mais de 80 cidades, a Ri Happy está construindo sua loja conceito na EcoVilla com cerca de 277 metros quadrados. Um espaço todo pensado para alcançar a psiquê lúdica, dos sonhos das crianças e dos adultos. Já imaginou poder fazer compras, testar brinquedos, acessar um espaço repleto de programação cultural, tudo em um só lugar? Essa já é uma realidade!

A EcoVilla Ri Happy é uma iniciativa da Aventurinha, marca dedicada ao público infantojuvenil da empresa Aventura, comandada por Aniela Jordan e Luiz Calainho, referência absoluta de produção teatral no país e que também lançou os já tradicionais Teatro Riachuelo e Teatro Prudential. Os ingressos para os espetáculos e atrações podem ser garantidos no site Eventim.

 

SERVIÇO

Local: EcoVilla Ri Happy

Endereço: dentro do Parque Jardim Botânico – Rua Jardim Botânico, 1008 – Rio de Janeiro

Loja Conceito Ri Happy: aberta todos os dias de 9h às 17h

 

“O Mágico di Ó – O Clássico em Forma de Cordel”

Temporada: 06 a 21 de maio

Dias e horários: Sábado e domingo às 16h

Duração: 70 minutos

Classificação: Livre

Indicado para crianças a partir de 6 anos

Ingressos: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia)

O Navegador da Canoa

Temporada: 06 e 07 de maio

Dias e horários: Sábado e domingo às 11h

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre

Indicado para crianças de 6 meses a 6 anos

Ingressos: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia)