Orquestra Petrobras Sinfônica recebe maestro Eduardo  Strausser no Theatro Municipal do Rio

0
157

No próximo dia 05/07 (sexta-feira), às 20 horas, a Orquestra Petrobras 
Sinfônica apresenta o segundo concerto da série Djanira, no Theatro 
Municipal do Rio de Janeiro. A apresentação conta com o regente 
convidado Eduardo Strausser e o pianista Cristian Budu. No programa, 
obras de Chopin (Concerto para piano nº 1, em mi menor, Op.11) e 
Shostakovich (Sinfonia nº 10, em mi menor, Op.93).

“Foi num contexto de extrema repressão, discriminação e autoritarismo 
que Shostakovich viveu a maior parte de sua vida. Fortemente censurado 
e perseguido pelo regime de Stalin, o compositor usou sua criatividade 
para inserir em sua música não somente a denúncia das atrocidades 
cometidas pelo governo vigente, mas também para convidar o ouvinte a 
pensar sobre a
realidade que o cerca. O mundo mudou, os regimes mudaram, mas o ser 
humano continua o mesmo. Nada melhor que a música de Shostakovich para 
nos fazer refletir sobre o mundo em que vivemos”, comenta o maestro.

Eduardo Strausser foi maestro Residente do Theatro Municipal de São 
Paulo de 2014 a 2016. Em 2017/18, Eduardo realizou performances com a 
Orquestra Sinfônica da Rádio de Praga em um programa russo e fez sua 
estreia na Austrália com a Orquestra Sinfônica de Queensland, onde 
regeu a Sinfonia n° 4, de Bruckner. Na temporada 2018/19, retornou à 
Orquestra Sinfônica Alemã em Berlim, à Orquestra do Teatro de 
Magdeburg e à Orquestra Filarmônica de Luxemburgo. Estreou também nas 
orquestras filarmônicas de Oslo e Jena, bem como na Orquestra de 
Câmara de Lausanne e no Staatstheater Darmstadt, na Alemanha

Cristian Budu é vencedor do renomado Concurso Internacional Clara 
Haskil (2013) e recentemente ganhou prêmios como Instrumentista do Ano 
(2017) da APCA, Melhor Concerto do Ano (2016) no Guia da Folha, e em 
2017 entrou para duas das mais prestigiadas listas da Gramophone, 
maior referência da crítica internacional: “Top 10 Recent Beethoven 
Recordings”, e “Top 10 Chopin Recordings”, que inclui nomes como 
Martha Argerich, Arthur Rubinstein, Maria João Pires, Dinu Lipatti e 
Murray Perahia. Seu primeiro CD solo ganhou o “Editor’s Choice” na 
Gramophone e “5-Diapasons” na Diapason. Gravou também o 1° Concerto de 
Tchaikovsky com a OJESP e Cláudio Cruz.

Aos 47 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das 
mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os 
maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro 
Armando Prazeres, a orquestra conta com uma formação de mais de 80 
instrumentistas e tem como Diretor Artístico e Regente Titular o 
maestro Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um 
nome consagrado no panorama internacional.

Programação:

Eduardo Strausser, regente

Cristian Budu, piano

FRÉDÉRIC CHOPIN

Concerto para piano nº 1, em mi menor, Op.11

DMITRI SHOSTAKOVICH

Sinfonia nº 10, em mi menor, Op.93

Serviço:

Orquestra Petrobras Sinfônica recebe maestro Eduardo Strausser

Data: 05/07 (sexta-feira)

Horário: 20h

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano, S/N – Centro

Telefones: (21) 2332-9191

Ingressos: R$ 96 (plateia e balcão nobre); R$ 50 (balcão simples); R$ 
20 (galeria); R$ 576 (camarote e frisa). Desconto de 50% para idosos e 
estudantes.

Ingressos na bilheteria e no site ingressorapido.com.br

Capacidade: 2.252 lugares

Classificação: livre