Sesc RJ realiza congresso sobre a afrodiáspora, com a presença de convidados da América do Sul

0
182

Com o objetivo de discutir a afrodiáspora, fenômeno sociocultural, político e histórico, o Sesc RJ realiza o 1º Congresso Internacional de Estudos Afrodispóricos, nos dias 11 e 12 de dezembro, no auditório Fecomércio RJ (R. Marquês de Abrantes, 99). Essa será a 1ª edição do evento, promovido pela área de Cultura do Sesc RJ, que reunirá convidados da América do Sul. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo link https://forms.office.com/r/SYqY9CNXvU. O público também poderá assistir as palestras pelo canal do Sesc RJ no YouTube (youtube.com/portalsescrio).   

No primeiro dia (11/12), das 10h às 12h, a diretora de cinema Carmem Luz irá mediar a mesa “Performatividades”, que contará com a presença da poeta e dramaturga Leda Maria Martins e da musicista uruguaia Isabel “Chabela” Ramírez. A mesa abordará as manifestações sensoriais em sua potência, e o corpo negro como lugar de produção de conhecimento, de memória e de resistência à hegemonia ocidental e capitalista.     

No mesmo dia, às 14h, ocorrerá um painel com apresentação de pesquisas de investigadores do Laboratório de Artes e Políticas da Alteridade da UERJ, do Núcleo de Estudos de Performances AfroAmeríndias da UNIRIO e do Museu AfroDigital da UERJ.    

Ainda no dia 11/12, a segunda mesa de debates, “Imagens e Fabulações”, ocorre às 16h30. Com participação da cineasta e antropóloga Milena Manfredini e da artista multidisciplinar argentina Julia Cohen Ribeiro. Com mediação de Ceiça Ferreira, doutora em Comunicação pela Universidade de Brasília, a conversa visa discutir a produção de cinema nas diásporas e como ela busca observar as lacunas da história, reconhecer a importância de fabular o passado, posicionar as narrativas em relação às pautas identitárias e ao legado das ancestralidades. Também haverá a exibição de dois documentários, produzidos pelas palestrantes: Grandes Senhoras (2022) e Maria Presente – La memoria en nuestras voces (2022).       

O segundo dia de Congresso (12/12) começa com a mesa “Teorias e histórias da Arte”, às 10h. Com objetivo de refletir sobre arte e educação sob uma perspectiva decolonial, com foco nas questões étnico-raciais, nas diversidades e interseccionalidades, os convidados serão: Igor Simões, doutor em Artes Visuais, e Claudinei Roberto, formado pelo Departamento de Arte da Universidade de São Paulo (USP). A mediação será da educadora Jana Janeiro, formada em Turismo e pós-graduada em Gestão Cultural.    

Mais tarde, às 16h30, será a vez da mesa “Pensamentos filosóficos”. Mediada pela estudiosa das Filosofias Africanas e Afrobrasileiras, Naiara Paula, a discussão irá abordar a proposta de filosofia constituída a partir de uma consulta às histórias ancestrais, que permita desconstruir a ideia de seu pertencimento exclusivo ao mundo ocidental. Essa conversa contará com a presença da filósofa brasileira, especializada em filosofia africana, Katiuscia Ribeiro e o colombiano William Mina Aragon, professor da Faculdade de Direito, Ciências Políticas e Sociais da Universidade de Cauca (Colômbia).    

O evento será encerrado com show do duo de percussão Titun Onan, às 18h30, formado pelo músico brasileiro Tuti Rodrigues e pelo uruguaio radicado no Rio há 15 anos, Fabrício Reis. Ambos investigam a música afro nas Américas.   

  

SERVIÇO  

1º Congresso Internacional de Estudos Afrodiaspóricos do Sesc RJ   

Data: 11 e 12 de dezembro   

Horário: Das 10h às 19h30   

Local: Auditório da Fecomércio RJ (Rua Marquês de Abrantes, 99 – Flamengo)   

Inscrições gratuitas pelo formulário: https://forms.office.com/r/SYqY9CNXvU (sujeito à lotação)  

Transmissão pelo Canal do Sesc RJ no Youtube: youtube.com/portalsescrio  

Entrada franca