Fecomércio RJ assina carta de intenções com o MCTI para cooperação técnica na área de inclusão

0
116

O presidente do Sistema Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, assinou com o Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) uma carta de intenções que estabelece as bases para uma futura cooperação técnica na área de acessibilidade e inclusão. A parceria foi firmada, na última segunda-feira (01/04), durante a inauguração do Centro de Referência em Educação Inclusiva (CREI) Sesc Senac, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. 

A cooperação ocorrerá na produção e transferência de acadêmica e científica que incluirá, entre outras atividades, apoio e assessoria técnica em acessibilidade e inclusão pelo CREI Sesc Senac aos parceiros implementadores dos programas do MCTI. 

Inaugurado na véspera do Dia Mundial de Conscientização do Autismo, o CREI Sesc Senac vai oferecer formação para educadores e atendimento gratuito a crianças e jovens com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Trissomia do Cromossomo 21 (Síndrome de Down). Serão oferecidas 100 vagas para atendimento neste ano, e a expectativa é capacitar 2 mil educadores no mesmo período. O Centro pretende se tornar uma referência na produção de pesquisas e na disseminação de conhecimento. 

“Essa é uma iniciativa que deve ser espalhar pelo Brasil porque a gente entende que a educação pública de qualidade deve ser oferecida todos, com adaptação curricular, que contribua com a aprendizagem e autonomia dos indivíduos. Para nós, do MCTI, a popularização da ciência tem um papel fundamental nesse processo”, declarou Juana Nunes, que é mãe de uma menina autista de 9 anos e diretora de Popularização da Ciência, Tecnologia e Educação do MCTI. 

Com uma equipe transdisciplinar, o Centro de Referência vai oferecer o que há de mais moderno em atendimentos especializados e tecnologias para o processo de inclusão, autonomia e independência dos atendidos. As atividades acontecerão fora do período escolar. As inscrições iniciam na próxima terça-feira, 9 de abril.   

Para os atendidos em idade profissional, o Centro vai estreitar relações com empresas para inclusão no mercado de trabalho, por meio da metodologia do Emprego Apoiado, na qual são desenvolvidas estratégias e promovidas as adequações necessárias no ambiente de trabalho para a inclusão da pessoa com deficiência. 

O apoio à família do atendido é outro pilar do CREI, que vai oferecer formação dos responsáveis legais em temáticas relacionadas à pessoa com deficiência, oferecendo ainda qualificação profissional e estímulo ao empreendedorismo para a geração de renda. Essas atividades serão realizadas no Centro Politécnico do Senac RJ, no Riachuelo. Além disso, a família dos atendidos será incluída em atividades de educação, cultura, esporte e lazer do Sesc Tijuca.

 

Tecnologia para terapias multidisciplinares e apartamento funcional 

O CREI ocupa uma área de 570 m2, no primeiro andar do Sesc Tijuca. Possui equipamentos de última tecnologia para estimulação sensorial. O Centro tem também uma sala de baixo estímulo para atividades focadas no desenvolvimento de habilidades de concentração e autorregulação. Possui ainda duas salas de atendimentos transdisciplinares em pequenos grupos e dois consultórios médicos para atendimento psiquiátrico e neurológico. Outro diferencial do CREI é um espaço que simula um apartamento composto por um quarto, dois banheiros, sala e cozinha para o desenvolvimento de habilidades para a vida diária. 

“A inclusão é um pilar sobre o qual, diariamente, erguemos nossos ideais e direcionamos nossas ações. Acreditamos que cada indivíduo merece ser valorizado em suas singularidades, sem diferenças ou discriminações. É com essa convicção que damos vida ao CREI, um lugar de acolhimento, pesquisa e desenvolvimento. Por meio de parcerias estratégicas, estamos construindo pontes que conectam conhecimento, oportunidades e progresso”, declarou o presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior.