Firjan: indústria fluminense registra seu maior nível de produção em início de ano

0
109

Estudo da Firjan aponta que o Produto Interno Bruto (PIB) da indústria fluminense registrou crescimento de 5,6% no primeiro trimestre deste ano, frente ao mesmo período de 2021. Com isso, o nível da produção industrial do estado atingiu patamar elevado e teve seu melhor primeiro trimestre desde 2003, quando foi iniciada série histórica divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB fluminense, incluindo todos os setores econômicos, avançou 2,9%, principalmente por conta do desempenho da indústria. 

A indústria extrativa do estado teve alta de 6,6% devido ao aumento da produção e da exportação de óleo e gás. O segmento, que tem o maior peso na indústria fluminense, atingiu seu maior nível desde 2003 e foi a principal influência para que o setor alcançasse patamar histórico de produção no primeiro trimestre. A indústria da construção civil, que registrou avanço de 9,9%, também tem posição de destaque no resultado geral do estado.

No entanto, a indústria de transformação desacelerou e teve crescimento de 0,4%. De acordo com a Firjan, o desempenho mais fraco se deve principalmente à desorganização das cadeias globais de produção – causada pela pandemia de Covid-19 e pela guerra no Leste Europeu – resultando em falta ou alto custo da matéria-prima. O setor de serviços registrou crescimento de 0,9%, mas, apesar do avanço, o estudo considera que o estado está longe de atingir seu potencial de consumo. Na agropecuária, a alta foi de 0,5%.

Considerando o desempenho dos setores e os fatores adversos nos cenários nacional e internacional, a Firjan projeta crescimento de 2% do PIB fluminense neste ano.

O estudo “Rio de Janeiro: Resultados e perspectivas para o PIB” pode ser acessado através do link http://www.firjan.com.br/pib