Lins Imperial forma trio de intérpretes para o Carnaval 2025

0
178

A escola de samba Lins Imperial segue formando a sua equipe do Carnaval 2025. Com o intuito de fortalecer o setor de canto da agremiação, a diretoria da verde e rosa do Lins  contratou para o seu carro de som os cantores Rafael Santos, Pedro Vapor e Vitor Barros. O trio de intérpretes visa valorizar e apostar na prata da casa e em novos talentos para o carnaval. 

Pedro Vapor é oriundo de escola mirim. Passou por Filhos da Águia, Ainda Existem Crianças da Vila Kennedy e Infantes do Lins. Em 2022, Pedro Vapor se despediu da escola mirim da Lins Imperial e estreou como apoio do carro de som da escola “mãe”. No ano de 2024 também cantou como apoio nas coirmãs Cabuçu e Unidos de Bangu e para o carnaval 2025 estreará como intérprete oficial na Lins Imperial. Desde 2015 fazendo parte da Lins, Pedro, que também foi autor do samba-enredo do último carnaval da escola, terá a sua primeira oportunidade de ser cantor oficial no carnaval. 

 –  A Lins Imperial pode esperar empenho, dedicação e muita garra para mostrar meu trabalho e levar a nossa escola para o lugar de onde não deveria ter saído. Não serão três vozes, seremos uma voz só, junto com a nossa comunidade. Essa união será muito importante. É um sonho realizado cantar na minha escola e eu dedico esse sonho a minha mãe, que já não está mais entre nós – avisa o novo intérprete. 

Vitor Barros é filho do intérprete da Unidos de Vila Isabel, Tinga e irmão do ex-intérprete da escola, Rafael Tinguinha que se despediu da verde e rosa após o último carnaval. Também oriundo de escola mirim, começou a trilhar no carnaval em 2007 como ritmista do Aprendizes do Salgueiro, logo em seguida passando a intérprete. Teve a primeira oportunidade de cantar na Sapucaí em 2020 como apoio do Império da Tijuca. No microfone, já passou pela Unidos da Ponte e Renascer de Jacarepaguá. Vitor também fazia parte do apoio do carro de som da Lins Imperial e pela primeira vez assumirá um microfone oficial, na trinca da Lins Imperial. Em 2025, Vitor Barros também cantará na Inocentes de Belford Roxo, apoiando o intérprete Daniel Silva. 

 – É um prazer enorme sonhar e viver esse sonho ao lado do meu grande irmão Pedro e do Rafael. Será um trabalho leve e tranquilo, onde teremos a oportunidade de colocar em prática o melhor de cada um de nós, a favor da escola – declara Vitão. 

No carnaval desde os 12 anos de idade, Rafael Santos foi compositor mirim na Pimpolhos do Grande Rio e passou a integrar o carro de som da escola em 2007. Precoce, foi campeão de samba da Inocentes de Belford Roxo aos 13 anos de idade. Em escola mirim, cantou até 2013, passando em 2014 a integrar o carro de som da Grande Rio. Compositor, cantor e cavaquinista, Rafael passou por diversas escolas do grupo de Acesso. Na Intendente Magalhães, foi cantor oficial da Raça Rubro Negra em 2022 e 2023 com nota 10 no quesito Harmonia. Para 2025, chega na Lins Imperial para ser a voz oficial ao lado dos amigos Pedro Vapor e Vitão. 

 – Somos amigos do carnaval e parceiros de trabalhos anteriores. Vou passar um pouquinho da minha experiência e claro, adquirir a deles. É com grande felicidade que chego na Lins Imperial para somar forças e levar a escola de volta ao topo, se Deus quiser – avisa Rafael Santos, que tem como seu padrinho e maior referência,o intérprete da Unidos do Viradouro, Wander Pires. 

A escola planeja em breve realizar uma grande festa para apresentar oficialmente a equipe completa do Carnaval 2025.

 

Créditos: Geissa Evaristo