COVID-19 – Encontro de idosos do Sesc Copacabana ganha versão virtual e se torna modelo para todo o Estado

0
886

MANCHETE: COVID-19 – Encontro de idosos do Sesc Copacabana ganha versão virtual e se torna modelo para todo o Estado

Por conta do isolamento social em combate à pandemia da Covid-19, o Sesc Copacabana levou para o ambiente virtual seu Chá da Tarde, uma tradicional atividade que reúne cerca de 60 idosos para um momento diversão com bate-papo, música e lanche, sempre na última sexta-feira do mês.

A primeira edição on-line do projeto, que neste modelo ganhou o nome de Café Virtual, aconteceu no domingo (29/3) reunindo 25 idosos. O sucesso foi tamanho que se repetiu na última quarta (1/4), com 29 pessoas, e agora a iniciativa se tornou sistemática. Ou seja, enquanto a recomendação for ficar em casa, em especial para o grupo de risco, a atividade acontecerá às quartas-feiras e domingos, às 16h, por uma plataforma de reuniões on-line. Nos primeiros encontros, os participantes compartilharam, entre outras informações, sua rotina no confinamento. Mas a ideia é que os próximos bate-papos sejam sobre amenidades, a exemplo da atividade presencial.

Conhecida pelo hotel e pelos espaços culturais, a unidade do Sesc na Zona Sul carioca também tem forte atuação no trabalho com idosos, já que está localizada no bairro do Brasil com maior percentual de pessoas acima de 60 anos: 33%, segundo o IBGE (2016). Depois da experiência positiva, a atividade será aplicada nas demais unidades do Sesc no Rio e no interior, que já realizam o encontro presencial. O grupo do Sesc Madureira, por exemplo, também já tem dia e hora para seus encontros virtuais: segundas-feiras, às 15h. A agenda para todo o estado está sendo montada.

A analista técnica Priscilla Blini, que atua no Sesc Copacabana, viu na videoconferência uma oportunidade de minimizar os efeitos do distanciamento social, além de promover um novo espaço de diálogo e socialização entre os idosos. “Tomar o cafezinho já é uma prática adotada para uma aproximação com os idosos e, em tempo de isolamento, estamos nos reinventando para não deixar de atender um dos grupos mais vulneráveis neste período, por isso surgiu a ideia do café virtual”, conta.

Ela acrescenta que a atividade também ajuda a quebrar barreiras digitais. Muitos participantes se sentiram felizes e seguros no uso da ferramenta, já que antes não se achavam capazes. Porém, ressalva que o desafio da conectividade com o idoso ainda é muito grande em várias regiões. Tanto pela falta de plano de internet, como pelo conhecimento limitado das ferramentas, principalmente no interior do Estado, ainda que os profissionais do Sesc prestem todo os suporte para ensiná-los o funcionamento e a configuração do programa.

A iniciativa foi criada dentro do Trabalho Social com Idoso (TSI) do Sesc RJ, projeto que leva qualidade de vida a pessoas com mais de 60 anos por meio de uma programação variada, com atividades que façam bem para o corpo e para a mente. Com o fechamento temporário das unidades do Sesc RJ, em atendimento às determinação das autoridades, muitas atividades estão migrando para o ambiente virtual, também aquelas voltadas para crianças, jovens e adultos. Mais informações podem ser obtidas no site www.sescrio.org.br e nas redes sociais do Sesc RJ.

PERFIS DO SESC RJ NAS REDES SOCIAIS

Instagram – @sescrio

Facebook – @SescRJ

Youtube – @portalsescrj