Escola de Música da Rocinha, no Rio de Janeiro, comemora seus 29 anos

0
366

São quase 30 anos. Para ser mais exato, a Escola de Música da Rocinha completa 29 anos dedicados ao ensino musical dos alunos no bairro da Rocinha e adjacências. Em sua trajetória vem recebendo elogios de renomados nomes da música brasileira como o maestro João Carlos Martins, o bandolinista Hamilton de Holanda e o cantor e compositor Geraldo Azevedo. As apresentações musicais dos grupos formados em sala de aula são com entrada franca.

Com 296 alunos matriculados na faixa de 6 a 25 anos, a EMR oferece os mais variados cursos na área musical e alguns professores tem formação na própria escola. “Há aprendizagem de crianças e jovens com deficiências como Síndrome de Down e autismo. E o melhor de tudo, as aulas sem nenhum custo, contando com o apoio principal da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet”, destaca Natália Simone, coordenadora geral da instituição.

Em junho de 1994 aconteceu a primeira aula de musicalização para um grupo de 14 crianças numa sala cedida pela Igreja Metodista da Rocinha. A iniciativa foi do professor de música Hans Ulrich Koch, alemão que na época residia no Rio de Janeiro e lecionava numa escola da zona sul da cidade. Indignado com a situação das crianças que moravam em favelas, Hans usou recursos próprios para contratar um professor e trabalhou incansavelmente para manter o funcionamento da Escola.

 

Sobre a Escola de Música da Rocinha

A EMR tem a chancela da UNESCO e é registrada no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Desde 2019 dá apoio especializado a alunos com deficiência intelectual, como Síndrome de Down e autismo.

Fundada em 1994 pelo professor de música alemão, Hans Koch, a Escola de Música da Rocinha dedica-se ao trabalho de desenvolvimento social através da arte musical. Já ensinou música para milhares de crianças e jovens da Rocinha. Em 2004 transferiu sua sede para o 17º andar do Centro Municipal de Cidadania Rinaldo De Lamare, ampliando seu atendimento para crianças e jovens do Vidigal, Parque da Cidade e Vila Canoas.  Além da sede, a escola possui outros três polos: na Biblioteca Parque da Rocinha – C4, na Igreja Nossa Senhora da Boa Viagem e na Rio das Pedras.

 

Sobre os grupos da Escola de Música da Rocinha:

Coro Infantojuvenil

Regente: Valéria Correia. Desde 1995 a Escola de Música da Rocinha mantém a atividade de Canto Coral para crianças, adolescentes e jovens. O grupo trabalha com repertório variado que engloba tanto a música popular quanto a erudita e a de tradição oral.

 

Coro LGBTQIA+

Regente: Anderson Vieira. O Coro nasceu a partir das aulas na EMR e seu repertório é formado com base em canções como “Somewhere Over The Rainbow”
(Harold Arlen e Yip Harburg),  “Dancing Days” (Nelson Motta e Ruban), “Dancing Queen” (Benny Anderson, Stig Anderson e Björn Ulvaeus). A preparação vocal é assinada por Valéria Corrêa.

 


Orquestra de Câmara da Rocinha

Regente: Rodrigo Belchior. A Orquestra de Câmara da Rocinha começa suas atividades em agosto de 2015 quando a escola dá início aos cursos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, clarinete, trompete, trompa e trombone, inicialmente abrindo poucas vagas, mas já realizando ensaios visando às apresentações públicas. No repertório, músicas populares e folclóricas como “O Rancho da Goiabada” (João Bosco), “Xote de Copacabana” (Jackson do Pandeiro), “Cidade Maravilhosa” (André Filho), “Cantigas” (Villa-Lobos) e “Que Saudade da Guanabara” (Moacyr Luz). A partir de 2015 esse projeto musical conta com incentivo da Lei Rouanet. Com este suporte ele se firma como a principal ação desenvolvida pela Escola de Música da Rocinha. 

 

Camerata de Cordas

Regente: Vanessa Rodrigues. Os alunos de violino, viola, violoncelo e contrabaixo são convidados a participar da camerata de cordas, que toca uma grande variedade de arranjos de música brasileira, popular, erudita e até temas de filmes. A camerata toca de ouvido (sem partituras) e explora o improviso espontâneo, sons percussivos e outras surpresas.

 

Sopros do Morro

Coordenador: Luiz Claudio Muca. É formado em 2018 por alunos de instrumentos de sopros, cordas e percussão.  O Sopros de Morro já realizou diversas apresentações públicas em eventos e projetos culturais.  

 

Som das Vielas

Coordenador: Alexandre Luiz. Começou em 2018 com alunos de instrumentos de cordas, canto, sopros e percussão. O “Sopros de Morro” e o “Som das Vielas” são práticas de conjunto na Escola de Música da Rocinha. O Som das Vielas é composto por sete jovens sob a orientação do professor Alexandre Luiz, trabalha, com arranjos próprios, repertório majoritariamente nacional de várias vertentes (jongo, samba, bossa-nova, canção, etc.). Além de dois solistas vocais e vozes corais, o instrumental é composto de piano, violão, cavaquinho, percussões, violino, viola e trombone. O grupo foi criado no início de 2019 e tem em seus planos a gravação de um CD.

 

Coro Infantojuvenil da Escola de Música da Rocinha

Regente: Valéria Correia. A Escola de Música da Rocinha desde 1995 mantém a atividade de Canto Coral para crianças, adolescentes e jovens. Esta ação, assim como os cursos de instrumentos oferecidos na escola, cumpre o papel de contribuir para a formação geral dos alunos possibilitando o acesso ao estudo da música e aumentando suas chances de obterem bom rendimento na escola regular. O grupo trabalha com repertório variado que engloba tanto a música popular quanto a erudita e a de tradição oral, e já participou de diversos festivais no Rio de Janeiro e em cidades como Maceió, São Paulo, Campos, Teresópolis, Petrópolis, dentre outras.  

 

 

CURSOS:

Canto Coral, Flauta Doce, Flauta Transversa e Clarinete, Harpa, Percussão, Piano/Teclado, Musicalização, Saxofone, Violão e Cavaquinho, Violino, Viola, Violoncelo e Contrabaixo Acústico, Teoria e Percepção Musical, Trompa, Trompete e Trombone.

 

Núcleo de Acessibilidade e Inclusão da EMR

Desde 2019 a Escola de Música da Rocinha oferece atendimento especializado a alunos com deficiência intelectual, como a Síndrome de Down e autismo. A escola tem atualmente trinta e dois alunos com deficiência. O Núcleo de Acessibilidade da EMR é coordenado por Natalia Simonete, que faz questão de frisar que é um projeto de ARTE E CULTURA. O objetivo é socializar e promover a melhoria do aprendizado do aluno na escola regular através do ensino da música.

O atendimento é individual e especializado, feito por professores com formação em pedagogia, psicomotricidade e psicanálise. Através de jogos e histórias, os professores buscam desenvolver a criatividade e a sensibilidade dos alunos.

Outro objetivo do projeto é desenvolver a percepção rítmica e melódica, auxiliar no desenvolvimento da coordenação motora fina e grossa, na coordenação óculo-manual, na organização espacial, lateralidade, no equilíbrio e também estimular a memória e capacidade de concentração dos alunos. As crianças vão às aulas acompanhados de responsáveis, pais e mães.

 

Ficha Técnica

Coordenação Geral: Natália Simonete/ Coordenação de Acessibilidade: Giselle Medina/ Professores: Giselle Medina/ Karla Martins/ Hudson Lima/ Arthur Moreno/ Antônio Jocielton Lopes/ Professora Orientadora: Claudia Eboli/ Assistente Social: Marluce Brandão/ Psicólogas: Shirley Almeida/ Produção Executiva: Simone Ferreira/ Assistentes de Secretaria: Shanna Viana, Aline Moreira, Alana Avelino/ Coordenação Financeira: Luciana Silva/ Programação Visual: Lucas Moratelli, Johnny Braga. Yuri Jardilino, Joelma Silva/ Assessoria de Imprensa: Clóvis Corrêa/ Produção: Yuri Jardilino/ Johnny Braga, Joelma Silva, Larissa Montez.

 

SERVIÇO

ESCOLA DE MÚSICA DA ROCINHA

Sempre com inscrições abertas para todos os cursos gratuitos, crianças e jovens de 5 a 17 anos de idade. Quando não tem vaga imediata há uma lista de espera, incluindo alunos com algum tipo de deficiência.

ENDEREÇO: Av. Niemeyer, n.º 776, 17º andar – São Conrado (Centro Municipal de Cidadania Rinaldo de Lamare) – RJ

Centro Municipal de Cidadania Rinaldo De Lamare

Telefone/ WhatsApp: (21) 3322-6358 

Mais informações sobre a Escola de Música da Rocinha, cursos e apresentações musicais:

http://www.emrocinha.org.br/

Instagram: @escolademusicadarocinha

Facebook: facebook.com/EMRocinha