Teatro Rival Refit apresenta show de Guinga e Lívia Nestrovski

0
312

A pandemia não deixou que Guinga comemorasse os 70 anos em 2019. Shows foram adiados e apenas virtualmente o artista conseguiu celebrar. Com o convite feito por Lívia Nestrovski para este duo e a reabertura dos teatros, Guinga volta aos palcos cariocas estreando essa inédita parceria com a cantora no Teatro Rival Refit, no dia 23 de março.

O repertório escolhido por Lívia e Guinga parte de canções autobiográficas do artista e tece uma trama de imagens oníricas através das letras de parceiros como Aldir Blanc, Paulo César Pinheiro, Mauro Aguiar, Edu Kneip. E também inclui canções do último projeto musical de Guinga, “Zaboio”, em que o compositor também escreveu as letras. Entre as canções a serem apresentadas no show “Ramo de delírios”, estão “Paulistana sabiá” (Guinga), “Saíra apunhalada” (Guinga), “Esconjuros” (Guinga e Aldir Blanc), “Meu pai” (Guinga), “Via Crucis” (Guinga e Edu Kneip), “Casa de Villa” (Guinga e Mauro Aguiar), “Simples e absurdo” (Guinga e Aldir Blanc), “Nem mais um pio” (Guinga e Sergio Natureza), “Bolero de Satã” (Guinga e Paulo C. Pinheiro).

 

SERVIÇO:

Show de Guinga e Lívia Nestrovski 

Dia  23 de março  – quarta-feira, às 19:30  (Abertura da casa: Uma hora antes do show)

Local: Teatro Rival Refit – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. 

Ingressos entre R$ 40,00 e R$ 80,00

LINK: https://bileto.sympla.com.br/event/71493/d/126251

Horário de funcionamento da bilheteria:

De quarta a sexta – Das 15 às 20h

Sábado e feriados –  Das 16h às 20h30

 

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA CONTRA COVID-19: 

Segundo decreto municipal sobre o público nas casas de espetáculo, o Teatro Rival Refit está autorizado a funcionar com lotação máxima, mas continuará com os processos de higienização e sanitização, feitos por empresa especializada antes de cada show. 

O uso de máscara não é mais obrigatório, mas ainda é necessário apresentar o comprovante de vacinação – carteira de vacinação digital do ConecteSUS, a própria caderneta física ou um papel timbrado da Secretaria Municipal de Saúde – para entrar no Teatro Rival Refit. A regra da Prefeitura do Rio vale para todas as casas de show e outros lugares públicos fechados. 

O Teatro Rival Refit começa a receber o público uma hora antes, com som ambiente, ar condicionado e serviço de bar, seguindo, claro, todos os protocolos sanitários para proteger público, artistas e funcionários. 

Na entrada, todos terão temperatura aferida, e haverá dispensers de álcool 70° em gel distribuídos pelas dependências do teatro. 

Cuidar da própria saúde e da saúde dos outros é também uma forma de resistência.